(Re) Existência…

10391001_341781619346102_4295709857929395791_n
Por: Maia Ruiz
Tão difícil, tanto receio
Frio na barriga, boca seca
Minha voz abafada ou nem isso
Me infantilizam, ignoram o que penso
Às vezes me pergunto: eu existo?
Quando tenho conhecimento e falo
Acham que sou arrogante
Parece que me querem sempre sorrindo
Concordando, passivamente
Minha vontade é perguntar:
Precisam de algo?
Mordo os lábios, suo frio
Não quero causar problemas
Nunca recebo agrados
Nem fazem algo por mim
Mesmo assim sinto estar sempre em dívida
É constante, desgastante
Caminho sozinha para casa
Ninguém me cumprimenta
Me ajeito na cama
Abraço o travesseiro e falo baixo: eu existo?
Arte: Yná Santos para Arte das Pretas
Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Edênia Alcântara disse:

    Atualmente é exatamente isso que estou vivendo….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s